🥑 3 passos simples para perder peso o mais rápido possível. Leia agora

Vitamina A

Benefícios, deficiência, toxicidade e muito mais

A vitamina A é um nutriente lipossolúvel que desempenha um papel vital em seu corpo. Este artigo discute a vitamina A, incluindo seus benefícios, fontes alimentares da vitamina, e os efeitos da deficiência e da toxicidade.

Baseado em evidências
Este artigo é baseado em evidências científicas, escritas por especialistas e verificadas por especialistas.
Olhamos para os dois lados do argumento e nos esforçamos para ser objetivos, imparciais e honestos.
Última atualização em 4 de outubro de 2022 e última revisão por um especialista em 1 de agosto de 2022.

A vitamina A é um nutriente lipossolúvel que desempenha um papel vital em seu corpo.

Ela existe naturalmente nos alimentos e também pode ser consumida através de suplementos.

Este artigo discute a vitamina A, incluindo seus benefícios, fontes alimentares da vitamina, e os efeitos da deficiência e toxicidade.

O que é vitamina A?

Embora a vitamina A seja freqüentemente considerada um nutriente singular, é um grupo de compostos lipossolúveis, incluindo retinol, retina e ésteres retinílicos.

Duas formas de vitamina A são encontradas nos alimentos.

A vitamina A pré-formada - retinol e ésteres de retinil - ocorre exclusivamente em produtos animais como laticínios, fígado e peixe, enquanto a provitamina A carotenóides são abundantes em alimentos vegetais como frutas, vegetais e óleos.

Para usar essas duas formas de vitamina A, seu corpo deve convertê-las em ácido retinóico e retinóico, as formas ativas da vitamina A.

Como a vitamina A é lipossolúvel, ela é armazenada no tecido corporal para uso posterior.

A maior parte da vitamina A em seu corpo é mantida em seu fígado sob a forma de ésteres de retinil.

Estes ésteres são então decompostos em retinol totalmente trans, que se liga à proteína de ligação ao retinol. Em seguida, ele entra na corrente sangüínea, ponto em que seu corpo pode utilizá-lo.

Sumário: “Vitamina A” é o termo genérico para um grupo de compostos lipossolúveis em alimentos animais e vegetais.

Funções em seu corpo

A vitamina A é essencial para sua saúde. Ela apoia o crescimento celular, a função imunológica, o desenvolvimento fetal e a visão.

Uma das funções mais conhecidas da vitamina A é seu papel na visão e na saúde dos olhos.

Retina, a forma ativa da vitamina A, combina com a opsina proteica para formar rodopsina, uma molécula necessária para visão colorida e visão de baixa luminosidade.

Também ajuda a proteger e manter a córnea, a camada mais externa do olho, e a conjuntiva, uma membrana fina que cobre a superfície do olho e o interior das pálpebras.

Quanta vitamina C você deve tomar por dia?
Sugerido para você: Quanta vitamina C você deve tomar por dia?

Além disso, a vitamina A ajuda a manter tecidos superficiais como pele, intestinos, pulmões, bexiga e ouvido interno.

Ele suporta a função imunológica, apoiando o crescimento e a distribuição de células T, um tipo de glóbulo branco que protege seu corpo contra infecções.

A vitamina A apoia a saúde celular da pele, a saúde reprodutiva masculina e feminina, e o desenvolvimento fetal.

Sumário: Vitamina A é necessária para a saúde dos olhos, visão, função imunológica, crescimento celular, reprodução e desenvolvimento fetal.

Benefícios à saúde da vitamina A

A vitamina A é um nutriente importante que beneficia a saúde de muitas maneiras.

Potente antioxidante

Provitamina Os carotenóides A como o beta-caroteno, alfa-caroteno e beta-criptoxantina são precursores da vitamina A e têm propriedades antioxidantes.

Carotenóides protegem seu corpo dos radicais livres - moléculas altamente reativas que podem prejudicar seu corpo ao criar estresse oxidativo.

O estresse oxidativo tem sido ligado a condições crônicas como diabetes, câncer, doenças cardíacas e declínio cognitivo.

Dietas com alto teor de carotenóides estão associadas a um menor risco de muitas doenças, como doenças cardíacas, câncer pulmonar e diabetes.

Essencial para a saúde dos olhos e prevenção da degeneração macular

Como mencionado acima, a vitamina A é essencial para a visão e a saúde dos olhos.

Sugerido para você: Quercetina: benefícios, alimentos, dosagem e efeitos colaterais

A ingestão adequada de vitamina A na dieta ajuda a proteger contra certas doenças oculares, como a degeneração macular relacionada à idade (AMD).

Estudos mostram que níveis sanguíneos mais altos de beta-caroteno, alfa-caroteno e beta-criptoxantina podem reduzir seu risco de DMRI em até 25%.

Esta redução de risco está ligada à proteção dos nutrientes carotenóides do tecido macular através da redução dos níveis de estresse oxidativo.

Pode proteger contra certos tipos de cânceres

Devido às suas propriedades antioxidantes, frutas e vegetais ricos em carotenóides podem proteger contra certos tipos de câncer.

Por exemplo, um estudo realizado com mais de 10.000 adultos constatou que os fumantes com os mais altos níveis sanguíneos de alfa-caroteno e beta-criptoxantina apresentavam um risco 46% e 61% menor de morrer de câncer de pulmão, respectivamente, do que os não-fumantes com a menor ingestão desses nutrientes.

Além disso, estudos com tubos de ensaio demonstram que retinóides podem inibir o crescimento de certas células cancerígenas, como a bexiga, a mama e as células cancerígenas dos ovários.

Vital para a fertilidade e o desenvolvimento fetal

A vitamina A é essencial tanto para a reprodução masculina quanto feminina porque desempenha um papel no desenvolvimento do esperma e do óvulo.

Também é crítico para a saúde placentária, desenvolvimento e manutenção do tecido fetal e crescimento fetal.

Portanto, a vitamina A é fundamental para a saúde das pessoas grávidas, de seus bebês em desenvolvimento e daqueles que tentam engravidar.

Impulsiona seu sistema imunológico

A vitamina A afeta a saúde imunológica ao estimular respostas que protegem seu corpo de doenças e infecções.

A vitamina A está envolvida na criação de células específicas, incluindo as células B e T, que desempenham papéis centrais nas respostas imunológicas que protegem contra doenças.

Sugerido para você: Glutamina: Benefícios, usos e efeitos colaterais

Uma deficiência deste nutriente leva ao aumento dos níveis de moléculas pró-inflamatórias que diminuem a resposta e a função do sistema imunológico.

Sumário: Vitamina A afeta positivamente a saúde, mantendo o estresse oxidativo sob controle, aumentando seu sistema imunológico e protegendo contra certas doenças.

Deficiência de vitamina A

Embora a deficiência de vitamina A seja rara em países desenvolvidos como os Estados Unidos, é comum em países em desenvolvimento, onde as populações podem ter acesso limitado a fontes de alimentos pré-formados de vitamina A e provitamina A carotenóides.

A deficiência de vitamina A pode levar a graves complicações de saúde.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a deficiência de vitamina A é a principal causa da cegueira evitável em crianças de todo o mundo.

A deficiência de vitamina A também aumenta a gravidade e o risco de morrer de infecções como sarampo e diarréia.

Além disso, pesquisas descobriram que a deficiência de vitamina A aumenta o risco de anemia e morte em mulheres grávidas e afeta negativamente o feto ao retardar o crescimento e o desenvolvimento.

Sintomas menos graves de deficiência de vitamina A incluem problemas de pele, como hiperqueratose e acne.

Certos grupos - como bebês prematuros, pessoas com fibrose cística e pessoas grávidas ou amamentando em países em desenvolvimento - correm maior risco de deficiência de vitamina A.

Sumário: Deficiência de vitamina A pode levar à cegueira, aumento do risco de infecção, complicações na gravidez e problemas de pele.

Fontes de alimentos de vitamina A

Há muitas fontes dietéticas de vitamina A pré-formada e provitamina A carotenóides.

A vitamina A pré-formada é mais facilmente absorvida e utilizada pelo seu corpo do que as fontes de provitamina A à base de plantas.

A capacidade de seu corpo de converter efetivamente carotenóides, como o beta-caroteno, em vitamina A ativa depende de muitos fatores - incluindo genética, dieta, saúde geral e medicamentos.

Por este motivo, aqueles que seguem dietas à base de plantas - especialmente veganos - devem estar atentos para obter alimentos ricos em carotenóides suficientes.

Os alimentos mais ricos em vitamina A pré-formada incluem:

Alimentos ricos em provitaminas Um carotenóide como o beta-caroteno inclui:

Vitamina D - um guia detalhado para iniciantes
Sugerido para você: Vitamina D - um guia detalhado para iniciantes

Sumário: A vitamina A pré-formada existe em alimentos animais como fígado, salmão e gemas de ovo, enquanto a provitamina Os carotenóides são encontrados em alimentos vegetais, incluindo batata-doce, couve e cenoura.

Recomendações de toxicidade e dosagem de vitamina A

Assim como a deficiência de vitamina A pode ter um impacto negativo sobre a saúde, o consumo excessivo também pode ser perigoso.

A dose diária recomendada de vitamina A (RDA) é de 900 mcg e 700 mcg por dia para homens e mulheres. Este nível de ingestão é fácil de alcançar se você consome muitos alimentos inteiros.

Entretanto, para prevenir a toxicidade, é importante não exceder o nível tolerável de ingestão superior (UL) de 10.000 IU (3.000 mcg) por dia para adultos.

Embora seja possível o consumo excessivo de vitamina A pré-formada através de fontes de origem animal como o fígado, a toxicidade está mais comumente ligada à ingestão excessiva de suplementos e tratamento com certos medicamentos, como a isotretinoína.

Como a vitamina A é lipossolúvel, ela é armazenada em seu corpo e pode atingir níveis insalubres com o tempo.

Tomar muita vitamina A pode levar a sérios efeitos colaterais e pode até ser fatal se você ingerir doses incrivelmente altas.

A toxicidade aguda da vitamina A ocorre durante um curto período quando uma única dose excessivamente alta de vitamina A é consumida. A toxicidade crônica ocorre quando doses mais de dez vezes a dose recomendada são ingeridas durante um período mais prolongado.

Os efeitos colaterais mais comuns da toxicidade crônica da vitamina A - freqüentemente referida como hipervitaminose A - são:

Embora menos comum que a toxicidade crônica da vitamina A, a toxicidade aguda da vitamina A está associada a sintomas mais graves, incluindo danos hepáticos, aumento da pressão craniana e até a morte.

Sugerido para você: L-carnitina: benefícios, efeitos colaterais, fontes e dosagem

Além disso, a toxicidade da vitamina A pode afetar negativamente a saúde das grávidas e de seus bebês e pode levar ao desenvolvimento fetal irregular.

Para evitar a toxicidade, evitar doses elevadas de suplementos de vitamina A.

O UL para vitamina A aplica-se a fontes de alimentos de origem animal de vitamina A e suplementos de vitamina A.

Uma alta ingestão de carotenóides dietéticos não está associada à toxicidade, embora estudos relacionem os suplementos de beta-caroteno com um risco aumentado de câncer de pulmão e doenças cardíacas em pessoas que fumam cigarros.

Como muita vitamina A pode ser prejudicial, consulte um profissional de saúde antes de tomar suplementos de vitamina A.

Sumário: A toxicidade da vitamina A pode ter efeitos adversos, como danos ao fígado, distúrbios visuais, náuseas e até mesmo a morte. Não tome suplementos de vitamina A em altas doses a menos que um profissional de saúde prescreva para você.

Sumário

A vitamina A é um nutriente lipossolúvel vital para a função imunológica, saúde ocular, reprodução e desenvolvimento fetal.

Tanto a deficiência quanto o excesso de ingestão podem causar graves efeitos colaterais. Portanto, embora seja crucial cumprir a dieta recomendada de 700-900 mcg diários para adultos, também é essencial não exceder o limite superior diário de 3.000 mcg.

Uma dieta saudável e equilibrada é uma ótima maneira de fornecer ao seu corpo uma quantidade segura deste nutriente essencial.

Compartilhe este artigo: Facebook Pinterest WhatsApp Twitter
Compartilhe este artigo:

Mais artigos de que você pode gostar

Pessoas que estão lendo “Vitamina A: Benefícios, deficiência, toxicidade, e mais” também adoram estes artigos:

Tópicos

Navegue por todos os artigos